quinta-feira, 25 de julho de 2013

O meu (nada) querido herpes


Oioi loves,
Pelo título já imaginam que o post de hoje é um bocadinho diferente.
Então que ontem, estava eu descansadinha no sofá quando senti uma coisa estranha, fui ao espelho e não é que tinha rebentado herpes no meu lábio? Passei a vida a gabar-me de nunca ter tido esta coisa horrível e BUMBAS, não é tarde nem é cedo, o bichinho decidiu que o meu lábio era confortável para ele passar uns dias.

Não, recuso-me a postar uma foto!

Liguei à minha médica de família - sim, eu sei que não era preciso, mas eu sou piquinhas com estas coisas - e ela disse-me que com o stress a que tenho estado submetida era super normal, que pusesse um daqueles pensos para herpes e que a coisa havia de sarar. Fui logo à farmácia comprar os ditos pensos para tapar "isto" e não me dei nada bem com eles. Eu que bebo imensa água, bastava dar um gole e o penso começava logo a descolar, começava a irritar-me e lá ia eu mexer e descolar ainda mais.
Hoje, quando fui tomar café com a M, lá lhe comentei o meu episódio e uma senhora, que estava na mesa ao lado, disse-me logo:
"Olhe, desculpe estar a interromper, mas eu tenho herpes todos os anos e a melhor coisa é mesmo pasta dos dentes." - já imaginam a minha cara por esta altura - "sim sim, não há cá pensos nem cremes que o valha, pasta de dentes é muito melhor".
E pronto, vim para casa e pus logo pasta dos dentes no bicho. Ainda não acredito muito que vá resultar, mas que incomoda menos que o penso, isso é verdade. Mas espera lá, será que é preciso uma pasta especial? Branqueadora? Para a sensibilidade dentária?  Desculpem a minha ignorância mas sou novata nestas coisas!

Love, C

Sem comentários:

Enviar um comentário